No dia 18 de outubro de 2022, o historiador Fabio Paiva Reis fez uma palestra a convite do Colóquio Internacional “Intervenções em bens culturais imóveis: fundamentos teórico-legais e direito à cidade”, promovido pelo Programa de Pós-Graduação em Arquitetura e Urbanismo da Ufes. O título da palestra foi: “A defesa do Espírito Santo colonial: a importância dos fortes na proteção da Vila de Vitória nos séculos XVI e XVII”.

Você sabia que preservar nossos patrimônios e a nossa História é papel de todos nós? O Forte de São Francisco Xavier da Barra (ou Forte do Piratininga), construído ainda no século XVI em Vila Velha-ES e parte importante da História Capixaba, foi escolhido como sede do projeto CASACOR em 2022, levantando uma série de preocupações com a preservação de sua estrutura centenária.

A atuação de várias pessoas e instituições garantiu alguma proteção ao Forte, mas não impediu a realização do evento. Ainda assim, a luta por sua preservação continua de várias formas. Uma delas é este colóquio internacional, que está sendo organizado pela professora Luciene Pessotti, da Ufes – Universidade Federal do Espírito Santo, e que começa hoje debatendo a questão das intervenções em bens culturais imóveis.

Colóquio Internacional “Intervenções em bens culturais imóveis: fundamentos teórico-legais e direito à cidade” aborda questões relativas aos seguintes temas: quais critérios teóricos norteiam intervenções em bens culturais imóveis? quais preceitos e princípios legais regulamentam a proteção e intervenções em bens culturais imóveis? quais princípios fundamentam a produção de cidades justas, inclusivas, democráticas à luz dos direitos humanos e da promoção dos direitos culturais reconhecidos internacionalmente a todos?

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.