Feitiço caboclo: um índio mandingueiro condenado pela Inquisição, por Luís Rafael Araújo Corrêa

007: Um índio do Espírito Santo condenado pela inquisição, com Luís Rafael Corrêa
29/06/2021
Podcast 007 Bônus: Luís Rafael Corrêa
06/07/2021

Referência

CORRÊA, Luís Rafael Araújo. Feitiço caboclo: um índio mandingueiro condenado pela Inquisição. 2017. 272 f. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense; Rio de Janeiro, 2017. Disponível em: . Acesso em: .

Créditos

Luís Rafael Araújo Corrêa, UFF: https://app.uff.br/riuff/handle/1/13886

Encontrou um erro?

 
Compartilhe:

Feitiço caboclo: um índio mandingueiro condenado pela Inquisição, por Luís Rafael Araújo Corrêa

de

Resumo: O tema da presente se desenvolve a partir da trajetória de Miguel Ferreira Pestana, índio natural do aldeamento de Reritiba, no Espírito Santo, e que foi julgado pela Inquisição portuguesa sob a acusação de feitiçaria – por portar bolsas de mandinga e cartas de tocar – e pacto com o diabo. Emblemática, a vida de Pestana foi marcada pelas fugas do aldeamento em que vivia, pelas andanças entre o e o Rio de Janeiro – que acabaram levando-o à freguesia de Inhomirim, no Recôncavo da Guanabara – e também pela diversidade de suas crenças religiosas, fruto em grande parte das múltiplas e heterogêneas relações que manteve ao longo de sua vida. Nesse sentido, o foco estará voltado principalmente para a recepção e a circularidade da religiosidade colonial e de práticas mágicas entre indivíduos de origem indígena; para a heterogeneidade étnica, cultural e social característica dos ambientes nos quais viveu, considerando os processos de mestiçagem pelos quais passou; e para as possibilidades de ação e o lugar social de indígenas inseridos ao mundo colonial que, por opção ou em virtude das circunstâncias, viveram fora dos aldeamentos. O objetivo será destacar reflexões e apontamentos sobre a sua trajetória, conectando-a a um contexto mais amplo a fim de denotar que casos como o deste personagem possuíram mais paralelos do que se costuma imaginar.

Palavras-chave: Colonização portuguesa, Rio de Janeiro, Aldeamentos Indígenas, Mobilidade Indígena, Religiosidade, Relações Interétnicas, Mestiçagem, Inquisição


Download

Loader Loading…
EAD Logo Taking too long?
Reload Reload document
| Open Open in new tab

Download [1.51 MB]

 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.