Referência

Capitania do Espirito Sancto. [Escala ca 1:35 000]. 1 mapa: manuscrito, color.; 29,5 x 40,5 cm. In: Atlas de las costas y de los puertos de las posesiones portuguesas en América y África. [16--]. F.13. Autoria Desconhecida. Pert.: Biblioteca Nacional de Madrid, Espanha. Disponível em: . Acesso em: .

Créditos

Biblioteca Nacional de España

Encontrou um erro?

 

Capitania do Espirito Sancto, autoria desconhecida (Século XVII)

Este mapa da Capitania do está na Biblioteca Nacional de España em um Atlas de las costas y de los puertos de las posesiones portuguesas en América y África.

A primeira impressão é a de estar diante de um rascunho. Os mapas são coloridos, os traços são simples e, muitas vezes, é possível ver a sobreposição de tintas e linhas, como se o cosmógrafo não tivesse terminado sua obra, ou não esperasse concluí-la.

O atlas tem 40 cartas no total, sendo que, delas, apenas 15 são mapas do Brasil. Elas estão organizadas de acordo com a numeração do atlas:

  • Estado do Brazil
  • Capitania do rio Grande
  • Capitania da Parayba
  • [Recife]
  • Ilha de Jtamaraca
  • [Pernambuco]
  • de Todos os Santos
  • [Planta de um forte]
  • Camamu e Moro de Saõ Pavlo
  • Capitania dos Jllheos
  • Capitania de Porto Seqvro
  • Capitania do Espirito Sancto
  • Capitania do
  • [Detalhe da Capitania de São Vicente]
  • Capitania de São Viçente

O website da Biblioteca Nacional de España apresenta algumas notas sobre o mapa. Traduzindo, são elas:

  • Escala gráfica em léguas sem especificar o grau; orientado com rosa dos ventos e flor-de-lis, direcionado de norte a sul;
  • A pena com tinta preta;
  • Iluminado com aguada em castanho claro, azul e vermelho;
  • Representa povoações mediante edificações e forte de São Miguel.

Os topônimos que podem ser lidos no mapa são:

  • Nossa Senhora da Pena
  • Villa Velha
  • Redu […]
  • Pam de Asucar
  • Barra
  • baixo cuberto
  • Ponta do Tubaraõ
  • Forte de São Miguel
  • Sittio da Villa da V[itória]
Analisado em As representações cartográficas da Capitania do Espírito Santo no século XVII, de Fabio Paiva Reis.
 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.