Últimos Documentos Históricos

10/09/2018

17/10/1651: Carta para o Capitão-mor da Capitania do Espirito Santo Manoel da Rocha de Almeida

A pressa com que parte este correio, e a com que ha de partir um barco para o Rio de Janeiro (que creio chegará primeiro que elle a essa Capitania) não deu lugar a que responda agora ás cartas de Vossa Mercê com a particularidade que farei no mesmo barco; […]
06/09/2018

07/08/1550: Título de Registro dos Mandados de Pagamentos e de outras Despesas: nº 698

A sete do dito mez, e anno passou o Provedor-mor mandado para o dito Thesoureiro, que pagasse a Domingos Fernandes Marinheiro dos Ilhéus, ou Espirito Santo, ou a seu Procurador quatro mil, e quinhentos reis em mercadoria, que lhe eram devidos de seu soldo de cinco mezes, que serviu, que […]
03/09/2018

03/06/1662: Carta para D. Dinis Lobo, Capitão-mor da Capitania do Espirito Santo em que se lhe levanta a homenagem daquella Capitania, e entregar ao que vae provido

Em virtude desta carta hei por levantado a Vossa Mercê o preito e homenagem ou juramento, que por essa Capitania do Espirito Santo tiver dado; pelo haver feito em minhas mãos por ella, na forma da Patente que ha de mostrar a Vossa Mercê o Capitão-mor José Rabello Leite, que […]
30/08/2018

19/04/1661: Carta para o Capitão-mor da Capitania do Espirito Santo acerca das contribuições dos quatro milhões e dote da Senhora Infante

Com esta envio a Vossa Mercê duas copias da carta que tive de Sua Magestade e uma Provisão para seu effeito. Vossa Mercê logo que as vir chame a Camara, nobreza, e povo, e lendo tudo em sua presença dê á Camara a que sera com esta, e a imitação […]
27/08/2018

10/11/1661: Carta para o Desembargador Francisco Barradas

Antonio Luiz de Souza Tello e Menezes, Marquês das Minas, do Conselho de Sua Majestade, etc. Faço saber aos que esta Provisão virem que porquanto com a minha sucessão no Governo Geral deste Estado, ficou vaga a serventia do oficio de Escrivão da Fazenda Real da Capitania do Espirito Santo, […]
23/08/2018

26/02/1658: Carta para o Governador do Rio de Janeiro Thomé Corrêa de Alvarenga, para prender uns soldados que fugiram desta praça em um barco

Desta praça foi fugido um barco de que é Mestre Francisco Vicente que levou comsigo cinco soldados, cujos nomes contém a memória inclusa Vossa Mercê mande logo fazer exactissimas diligencias pelos Soldados e Mestre que dizem uns ficariam no Espirito Santo, e outros passariam a São Vicente, e na primeira […]