Um Mapa do Mundo Inteiro Conforme o Método Tradicional de Ptolomeu e Corrigido com Outras Terras de Américo Vespúcio, de Martin Waldseemüller (1507)

Planisfério de Cantino (1502)
11/08/2016
Teatro do mundo, de Abraham Ortelius (1587)
11/08/2016

Referência

WALDSEEMÜLLER, Martin. Universalis cosmographia secundum Ptholomaei traditionem et Americi Vespucii alioru[m]que lustrationes. 1507. 1 mapa: impresso em 12 folhas, pb.; 128 x 233 cm. Disponível em: . Acesso em: .

Créditos

World Digital Library

Encontrou um erro?

spiritosancto-1507-martin-waldseemuller-mapa-mundo-inteiro-1

Mapa completo sem divisórias

spiritosancto-1507-martin-waldseemuller-mapa-mundo-inteiro-2

Mapa completo com divisórias

spiritosancto-1507-martin-waldseemuller-mapa-mundo-inteiro-3

Região a mostrar o Espírito Santo

 
Compartilhe:

Um do Mundo Inteiro Conforme o Método Tradicional de Ptolomeu e Corrigido com Outras Terras de Américo Vespúcio, de Martin (1507)

O mapa-múndi de 1507, de Martin Waldseemüller, foi o primeiro mapa a retratar um hemisfério ocidental separado, tendo o Pacífico como um oceano também separado. O mapa evoluiu de um ambicioso projeto em St. Dié, , durante o início da década de 1500, para documentar e atualizar novos conhecimentos geográficos derivados das explorações portuguesas e espanholas do final do século XV e início do século XVI.

O mapa de Waldseemüller foi o produto mais interessante desse empreendimento de pesquisa. Baseava-se em dados reunidos durante as viagens de Américo Vespúcio ao Novo Mundo entre 1501-02. Em reconhecimento à constatação de Vespúcio de que um novo continente fora descoberto, Waldseemüller batizou as novas terras de “”. Esta é a única cópia existente, que se tem conhecimento, da primeira edição do mapa, o qual acredita-se terem sido impressos 1.000 exemplares. Mostrando as recém-descobertas extensões de terras americanas, o mapa representou um enorme avanço no conhecimento — que mudou para sempre a compreensão européia de um mundo anteriormente dividido em apenas três regiões: , e .

No site da Biblioteca do Congresso dos Estados Unidos, instituição onde o mapa está guardado, há algumas notas sobre ele, em :

  • Relief shown pictorially.
  • First document known to name America.
  • Red ink grid on 2 sheets. Text applied over blank areas on 2 sheets. Manuscript annotations in the margin of 1 sheet.
  • All sheets bear a watermark of a triple pointed crown. – Two stamps on verso of upper left hand sheet: Fürstl. Waldburg Wolfegg’sches Kupferstichkabinett — Furstl. Waldbg. Wolf. Bibliothek.
  • Exhibited: Rivers, edens, empires: Lewis & Clark and the revealing of America, Library of Congress, Washington, D.C., July 24-Nov. 29, 2003.
  • Available also through the Library of Congress Web site as a raster image. – Includes text and ill.
  • Printed surrogate in vault available for reference. – LC digital image is a composite map from the twelve separate sheets.
  • Originally bound with Waldseemüller’s 1516 Carta marina in the Schöner Sammelband.
 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.